Como o mercado global da saúde tem se movimentado para entregar qualidade

Um relatório publicado em 2018 pelo The Lancet Global Health Commission sobre sistemas de saúde de alta qualidade constatou que 5,7 milhões de pessoas morrem em países de baixa e média renda todos os anos por cuidados de saúde de baixa qualidade em comparação com os 2,9 milhões que morrem por falta de acesso aos cuidados. Em outras palavras, em muitos países, uma pessoa tem uma chance maior de morrer por receber atendimento de baixa qualidade do que de ficar totalmente sem atendimento.

O apelo de se pagar a assistência à saúde pela qualidade e não pelo volume é poderoso e apropriado, mas como conseguir essa mudança continua sendo um desafio global. Apesar do interesse mundial, evidências de como implementar com sucesso modelos que prometem melhorar a qualidade do cuidado, como o de Accountable Care Organizations (ACOs), se mantêm limitadas.

Leia na íntegra

0 comentários em “Como o mercado global da saúde tem se movimentado para entregar qualidade”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *