Microrrobôs levam medicamentos a partes específicas do corpo humano

Pesquisadores criam dispositivos que, ao imitar o comportamento de micro-organismos, navegam pela corrente sanguínea e ajudam no tratamento de doenças

Quando falamos em robôs, imaginamos aquelas máquinas imensas, com inúmeras peças em um harmônico funcionamento. Quase um Transformers, de fato. Dificilmente, concebemos a imagem de minúsculos autômatos viajando por nossas correntes sanguíneas. Porém, é exatamente o que o Instituto Federal de Tecnologia de Zurique (ETH Zurick) e a Escola Politécnica Federal de Lausana (EPFL), ambos na Suíça, pretendem criar. O primeiro passo, publicado na revista Science Advances, foi dado. Um grupo de pesquisadores das duas instituições desenvolveu uma tecnologia projetada para, sozinha, reagir a mudanças nos fluidos em que estiver navegando, com adaptações nos movimentos e no formato. O projeto é usar a criação em dispositivos que levem medicação a lugares específicos do corpo humano.

Leia na íntegra

Compartilhe:Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

0 comentários em “Microrrobôs levam medicamentos a partes específicas do corpo humano”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *