Tratamento contra Alzheimer: Agência americana altera indicação; entenda o que muda

Após 18 anos sem avanços na área de tratamentos, a doença de Alzheimer finalmente teve um novo remédio aprovado pelo Food and Drug Administration (FDA), a agência regulatória dos Estados Unidos.

O aducanumabe, desenvolvido pelas farmacêuticas Biogen e Eisai, foi liberado em terras americanas no início de junho de 2021, mas uma nova decisão divulgada na quinta-feira (08/07) indica que o número de pessoas que poderá se beneficiar dessa terapia será bastante reduzido.

Inicialmente, o FDA havia sinalizado que o medicamento poderia ser usado para qualquer pessoa que tivesse o diagnóstico desse tipo de demência.

Mas uma mudança na bula feita em julho reduz significativamente o público-alvo dessa nova opção terapêutica: a agência americana agora determina que o aducanumabe está indicado apenas para os pacientes com os sintomas mais leves, que afetam a memória e a capacidade de raciocínio.

Leia na íntegra

0 comentários em “Tratamento contra Alzheimer: Agência americana altera indicação; entenda o que muda”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *