Pesquisa revela que 89% dos profissionais de saúde da linha de frente estão psicologicamente cansados

Lidar com situações desgastantes, falta de equipamentos e materiais de trabalho e o medo da transmissão têm contribuído para o esgotamento mental dos profissionais de saúde que atuam no combate à Covid-19

 

Estudo conduzido pela PEBMED, healthtech de conteúdo para médicos da Afya Educacional, maior grupo de faculdades de medicina do Brasil, aponta que 89% dos profissionais de saúde que atuam na linha de frente do combate à Covid-19 estão psicologicamente cansados. Esse dado foi extraído da pesquisa Pandemia na Linha de Frente, que avaliou as principais dificuldades enfrentadas pelos profissionais da saúde que atuam no combate à Covid-19. Entre os dias 29 de março e 05 de abril, foram ouvidos 4.398 profissionais da saúde de todo o Brasil, sendo que 2.239 afirmaram atuar na linha de frente. Dos profissionais que atuam na linha de frente, 1.013 são médicos, 668 são enfermeiros e 558 são técnicos de enfermagem.

0 comentários em “Pesquisa revela que 89% dos profissionais de saúde da linha de frente estão psicologicamente cansados”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *