10 sugestões para gestores evitarem o esgotamento emocional das equipes

Em um momento em que somos confrontados com o isolamento e emoções nunca antes vivenciadas, cuidar da saúde mental não deve se restringir apenas a situações pontuais ou limite, como por exemplo, quando estamos diante de quadros clínicos como a própria ansiedade ou depressão. Esse deve ser um hábito presente no dia a dia, como comer, dormir, tomar banho, se hidratar e se exercitar.

De acordo com um levantamento da McKinsey de 2020, os desafios de saúde mental foram intensificados pelo impacto da crise Covid-19, que pode resultar em um aumento potencial de 50% na prevalência de problemas de saúde comportamental. Nesse contexto, qual o papel das empresas, em especial das lideranças? “Um líder pode influenciar todo um ambiente organizacional e, consequentemente, a saúde dos colaboradores envolvidos e é capaz incentivar a sempre darem o melhor de si, estimulando-os para que se sintam auto realizados e apoiados. Afinal de contas, é dever dos gestores trabalhar e assegurar, continuamente, o bem estar de seus liderados”, comenta Michael Kapps, CEO da Vitalk, startup especialista em gestão emocional de empresas.

Leia na íntegra

0 comentários em “10 sugestões para gestores evitarem o esgotamento emocional das equipes”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *