Governo define em 4,88% fator que compõe reajuste de preço de remédios

Embora tenha sido feita correção na matéria após publicada, ou seja, o reajuste deverá ser anunciado até o dia 31 de março e não foi divulgado ainda, como representante das empresas de Atenção Domiciliar à saúde, o NEAD deixa aqui registrado alguns pontos muito importantes:

• o reajuste do preço dos remédios impacta diretamente no custo dos prestadores de serviços e, no caso das empresas de Atenção Domiciliar, não conseguem repassar às Operadoras de Saúde

• o reajuste dos serviços de saúde para os PRESTADORES sempre fica abaixo ou igual ao IPCA (4,52 em 2020);

• o reajuste dos serviços de saúde para os USUÁRIOS sempre é de dois dígitos, quando não superior a 20%

Em meio ao atual cenário de pandemia, são reflexões que devem ser feitas de maneira responsável por todos os elos da cadeia de Saúde, para que o caos não se aprofunde ainda mais!

Clique aqui e confira a matéria

Compartilhe:Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

0 comentários em “Governo define em 4,88% fator que compõe reajuste de preço de remédios”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *