UFMG recruta voluntários para testar a eficácia de vacina em desenvolvimento contra a Aids

Podem participar homens cisgênero ou pessoas trans que têm relacionamento com homens cisgênero e/ou pessoas trans. ‘As vacinas testadas nesse estudo não causam a infecção por HIV ou Aids, porque utilizam apenas fragmentos do vírus’, explica pesquisador.

A Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) recruta 120 voluntários para receber vacinas contra o HIV, em Belo Horizonte. Os testes já começaram, mas os interessados podem se cadastrar até julho deste ano ou até preencher as vagas, desde que sejam homens cisgênero ou pessoas trans que têm relacionamento com homens cisgênero e/ou pessoas trans.

Leia na íntegra

0 comentários em “UFMG recruta voluntários para testar a eficácia de vacina em desenvolvimento contra a Aids”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *