Justiça autoriza hospitais a cobrar além do preço de compra por medicações

O Sindhosp (Sindicato dos Hospitais Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo) divulgou ter ganhado ação judicial contra órgão que proibia hospitais de vender medicamentos a pacientes e planos de saúde por valor superior ao de compra.

Em nota publicada nesta tarde, o Sindhosp explica que a ação era contra a exigência imposta pela CMED (Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos). De acordo com a resolução, as unidades de saúde que oferecessem medicamentos a preços maiores poderiam ser penalizadas.

Leia na íntegra

0 comentários em “Justiça autoriza hospitais a cobrar além do preço de compra por medicações”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *