Mercado de Saúde Suplementar anda de lado… até quando?

Há pelo menos três anos o mercado de saúde anda de lado. De 2015 a 2017 o número de beneficiários da saúde suplementar girou em torno de 47,2 milhões.

Pesquisa realizada pelo IESS divulgou que hoje temos 46,9 milhões de beneficiários no sistema. Isto significa que voltamos ao patamar de 2012, um enorme retrocesso.

Os números do setor acompanham o resultado da economia, já que quase 75% do mercado são planos empresariais – contratados por pessoa jurídica. Com a estagnação da economia o mercado vem minguando, aguardando uma retomada ainda lenta e inexpressiva.

Se por um lado a crise tirou o empresariado de sua zona de conforto, por outro o volume massivo de demissões ao longo dos últimos 6 anos vem reduzindo o número de brasileiros com algum produto “particular” de saúde. A perda é gradual e contínua, com algumas oscilações pouco representativas no período.

Os dados são alarmantes, uma vez que o investimento para mobilização de estruturas médico-hospitalares não é baixo e o nível de capacitação também exige altos investimentos.

Leia na íntegra

0 comentários em “Mercado de Saúde Suplementar anda de lado… até quando?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *