Doenças cardiovasculares rondam os cuidadores

No dia 10 de setembro, o “Canadian Journal of Cardiology” publicou pesquisa sobre as evidências científicas que mostram que cuidadores de pacientes com doenças cardiovasculares têm mais chances de eles próprios desenvolverem a enfermidade. Para o levantamento, cuidador é aquele que presta algum tipo de serviço, informal e sem pagamento, para uma pessoa com deficiência ou doença crônica. O estresse dessa ocupação é tão grande que já se pensa numa abordagem que contemple paciente e cuidador.

No Canadá, onde foi feito o estudo, metade da população está envolvida com algum tipo de cuidado, seja de um membro da família ou de um amigo. Este é um índice semelhante ao existente nos Estados Unidos e na Europa. Cerca de 40% dos cuidadores relatam que a atividade se traduz em estresse emocional, psicológico, físico, social e financeiro. São fatores que podem aumentar o risco de doenças cardiovasculares, mas praticamente nada é feito para resolver ou reduzir o problema. Pior: a equação vai se tornar cada vez mais complexa nas próximas décadas, com o progressivo envelhecimento da população.

Leia na íntegra

Compartilhe:Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

0 comentários em “Doenças cardiovasculares rondam os cuidadores”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *