Cremesp abre sindicância para apurar irregularidades em consultas online

O anúncio de consultas por videoconferência da Amil, em parceria com o Einstein, está sendo oferecido desde 10 de Julho.

O anúncio do serviço de consultas médicas online por parte da seguradora Amil, em parceria com o Hospital Albert Einstein, será alvo de sindicância para apuração de eventuais irregularidades. A sindicância do Cremesp seguirá sob sigilo determinado por lei. O atendimento virtual por videoconferência estaria sendo oferecido desde o último dia 10 de julho a aproximadamente 180 mil beneficiários de um segmento do plano de saúde. Também foi divulgado que 15 médicos do Einstein estariam responsáveis pelo serviço que se propõe a operar 24 horas por dia.

Código de Ética Médica veta o atendimento à distância, autorizando-o apenas em casos de urgência ou emergência e na impossibilidade comprovada de realizá-lo presencialmente.

Leia na íntegra

0 comentários em “Cremesp abre sindicância para apurar irregularidades em consultas online”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *