A quem interessa uma boa governança corporativa nas operadoras de planos de saúde?

A quem interessa uma boa governança corporativa nas operadoras de planos de saúde?

Seja uma empresa familiar ou de capital aberto, uma entidade filantrópica ou uma cooperativa, todo empreendimento possui uma estrutura de gestão e governança. É de interesse da sociedade saber se essas estruturas observam boas práticas que levem as organizações a internalizar condutas adequadas que promovam aumento ou, ao menos, que mitiguem riscos ao bem-estar social. No caso das organizações da área da saúde, em especial, as operadoras de planos de saúde, identificar se elas observam ou não boas práticas de governança corporativa interessa principalmente a quem contrata e usa esses serviços.

Em sua origem, o tema governança corporativa desenvolveu-se como forma de preservar os interesses dos acionistas, o que foi importante para o desenvolvimento de mercados de capitais em diversos países. A separação entre a propriedade e a administração do empreendimento pode gerar o chamado conflito agente-principal, em que os interesses do gestor não estão alinhados com os do proprietário.

Leia na íntegra

0 comentários em “A quem interessa uma boa governança corporativa nas operadoras de planos de saúde?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *