Núcleo Nacional das Empresas de Serviços de Atenção Domiciliar



Programação Palestrantes Inscrição

Eleita Diretoria do NEAD para o biênio 2015-2017

Cumprindo o que prevê o Artigo 30º, parágrafo único, de seu Estatuto, o Núcleo Nacional das Empresas de Serviços de Atenção Domiciliar realizou eleições no último dia 3 de junho, conforme Edital de Convocação divulgado neste site, assim como na sede social da entidade.

Os membros eleitos para o próximo biênio são:



Diretoria

PresidenteLuís Cláudio Rodrigues Marrochi (Saúde Care)

Vice-PresidenteLeonardo Ferreira Zimmerman (Integral Saúde)

Diretor SecretárioSergio Candio (Pro Care Serviços de Saúde)

Diretor TesoureiroAri Bolonhezi (Home Doctor)

Conselho Fiscal

ConselheiroKelvin Kaiser (Grupo Cene)

SuplentesLucio Couto de Oliveira Junior (Mederi)

O período que recebemos para a gestão do NEAD, 2015 a 2017, enceta a necessidade de mudança de cultura das empresas contratadas e contratantes. A união, transparência e singularidade de cada SAD deve mobilizar esta atitude. A inclusão de segurança e qualidade em nossos atendimentos deverá ser a nossa prioridade. O centro de todo nosso atendimento deverá ser o paciente. Neste sentido, convocamos todos os associados e também os que ainda não se associaram para uma inspiração profunda, onde recrutaremos forças para consolidar o setor como sustentável e valoroso para a Assistência à Saúde da população”, disse o presidente reeleito. Dr. Luís Cláudio Marrochi.


Nota de Esclarecimento

São Paulo, 16 de julho de 2015.



Atenção Domiciliar e Fisioterapia

Atenção Domiciliar é o termo genérico que envolve ações de promoção à saúde, prevenção, tratamento de doenças e reabilitação desenvolvidas em domicílio. Compreende as ações de Internação Domiciliar (conjunto de atividades prestadas no domicílio, caracterizadas pela atenção em tempo integral ao paciente com quadro clínico mais complexo e com necessidade de tecnologia especializada) e Assistência Domiciliar (conjunto de atividades de caráter ambulatorial, programadas e continuadas desenvolvidas em domicílio). 

Alguns veículos especializados têm divulgado uma possível paralisação de serviços por parte dos profissionais de fisioterapia que atendem na Atenção Domiciliar. O NEAD (Núcleo Nacional das Empresas de Atenção Domiciliar) vem reiterar seu apoio à causa da valorização de todos os profissionais envolvidos na Atenção Domiciliar – médicos, profissionais de enfermagem, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, nutricionistas etc. –, uma vez que entende que eles são um elo fundamental na cadeia de cuidados ao paciente.

O relacionamento entre as empresas de Atenção Domiciliar e as equipes de profissionais de saúde é baseado na boa-fé e na confiança. A descontinuidade do atendimento domiciliar fere o compromisso ético-profissional. É imperativo manter o compromisso ético-profissional de garantir a assistência ao paciente que dela necessita, ou seja, garantir que o paciente que não pode prescindir do atendimento, seja uma visita médica, uma visita de enfermagem, um curativo, uma sessão de fisioterapia ou de outro especialista, não sofra prejuízos a sua saúde, em função de alguma eventual descontinuidade do serviço.

Importante ressaltar que a pressão de margens que assola o setor não incide apenas sobre os honorários profissionais, nem somente sobre a Atenção Domiciliar. É um problema grave e crônico, que deve ser encarado por todos os interessados (empresas, profissionais, operadoras e consumidores), com a seriedade e a urgência necessárias.

A Atenção Domiciliar à Saúde é uma tendência mundial que, no Brasil, alcança números impressionantes. Segundo o Censo NEAD 2013/2014, o mercado utiliza aproximadamente 230 mil profissionais, que respondem por cerca de 1 milhão de atendimentos todos os anos. Trata-se de um mercado muito promissor, cujo faturamento anual já monta à casa dos R$ 10 bilhões.

Dessa forma, é imprescindível demonstrar à Sociedade a real importância da Atenção Domiciliar e seu grande potencial para influenciar a sustentabilidade dos sistemas de saúde do país, garantindo uma melhor gestão de leitos e o acesso aos cuidados para pacientes de diferentes níveis de complexidade.

Mais uma vez, o NEAD ratifica seus objetivos de fortalecer e modernizar esse setor tão complexo, contribuindo para aprimorar e prover as bases para que a Atenção Domiciliar à Saúde atue de forma organizada, sustentável, qualificada e segura no Brasil. A Atenção Domiciliar é uma importante ferramenta para Gestão Estratégica tanto da Saúde Suplementar quanto do Sistema Único de Saúde (SUS).

Diretoria do NEAD






Grupo de Estudos do NEAD retoma atividades

A primeira reunião ocorreu no mês de julho, reunindo médicos, enfermeiras e nutricionista.
Além da definição do calendário anual, o Grupo definiu os temas a serem tratados e estabeleceu prazos.

Saiba mais

Impactos da Lei 13.003/014

Atenção Domiciliar e Fisioterapia

Recepcionando os participantes do encontro realizado no último dia 27 de novembro, o presidente do Sindicato, Dr. Ari Bolonhezi, informou que as entidades – SINESAD e NEAD – estão retomando os encontros, debates e palestras referentes a importantes temas do dia a dia da Atenção Domiciliar e da Saúde de maneira geral e, para tanto, estão resgatando alguns assuntos relevantes, em eventos menores e mais informais como o Meeting e que começavam pela Contratualização da Saúde. Aproveitou para adiantar que a Programação 2015 já está sendo finalizada e incluirá, além de vários meetings, quatro grandes eventos, inclusive em outras cidades, solicitando que todos acompanhem as divulgações e se programem para o próximo ano.

Introduzindo o tema do encontro, o Dr. Ricardo Ramires Filho lembrou que a Lei 13.003/2014 foi sancionada pela Presidência da República este ano, após tramitar por 10 anos na Câmara e no Senado, entrará em vigência no próximo dia 22 de dezembro e fez um histórico político da mesma, ou seja, citou as razões pelas quais ela existe e quais seus impactos no setor de Atenção Domiciliar à Saúde.



Veja mais...