Plano de saúde deve fornecer home care e tratamento para bebê com doença rara

A Juíza de Direito Viviane Souto Sant’Anna, titular da 9ª Vara Cível de Porto Alegre, determinou que a UNIMED forneça de imediato atendimento em sistema de home care para enfermagem, fisioterapia, fonoaudiologia e terapia ocupacional, além de acompanhamento com médico geneticista, cirurgia de gastrostomia e fornecimento de bomba de infusão, sob pena de multa diária de R$ 500,00. Os cuidados são necessários para o tratamento de bebê com rara síndrome.

Leia na íntegra

Compartilhe:Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

0 comentários em “Plano de saúde deve fornecer home care e tratamento para bebê com doença rara”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *